24 de informação sobre a banda Years & Years no Brasil.

Olly sobre saúde mental e bulimia.

Olly sobre saúde mental e bulimia.


Hoje, o site BBC Radio 1, postou 5 citações sobre o assunto tema. Confira!


 

Caso você tenha perdido o adorável Olly Alexander da banda Years & Years apareceu no The Surgery com Gemma e Dr Radha essa semana para falar sobre saúde mental.

Enquanto Olly consegue se sentir confortável para falar sobre seus problemas de saúde mental, ele sabe a luta que é sentir que não se pode falar com alguém, pelos anos que ele lutou silenciosamente contra bulimia. Esse é o TOP 5 de citações do The Surgery para ajudar aqueles que podem estar lutando para controlar seus problemas de saúde mental.
– Conversar é bom
Durante a escola eu realmente lutei contra meus problemas de saúde mental, diversas coisas diferentes, sem conversar com alguém. Eu nunca contei para minha mãe. Olhando para trás, aquilo começou a me consumir. Eu gostaria de ter falado antes.

– Compartilhar é se importar
Todos sabemos como é viver no mundo moderno com redes sociais e grupos de amizades, existe muita vergonha em dizer que você não está se sentindo tão bem como deveria, seja no seu local de trabalho ou na escola… [Celebridades] nunca querem dizer como vivem suas vidas, entretanto quanto mais compartilhamos nossas experiências, mais podemos ajudar uns aos outros.

– Redes Sociais não são só ruins
Já vi comunidades incríveis no Tumblr que apoiam tanto uns aos outros e também fãs do Years & Years que se encontram e realmente aprendem a apoiar uns aos outros, conversam sobre seus problemas de saúde mental. Esse tem sido um lado realmente positivo [da internet]

– Se lembre que sua saúde mental pode afetar sua saúde física

Eu tive bulimia por muito tempo e eu me machucava também. Eventualmente fui a um GP e eu tinha um batimento cardíaco irregular que eles pensaram vir da bulimia. Eu tive que ir ao hospital e fazer muitos testes para checar se meu coração estava funcionando direito. Foi um ponto tão baixo para mim, eu estava tão assustado, foi tipo ‘eu quero melhorar, eu quero mudar agora.’ Então comecei a ver um terapeuta e comecei a tomar uma medicação e eu acho que que a combinação dessas coisas, mais muitos outros elementos, começaram a me ajudar a melhorar.

– Nunca esqueça o que você aprendeu
Hoje e pelo resto da minha vida acho que vou usar o que aprendi dos profissionais da medicina, da terapia, o que eu aprendi com meus amigos e o que aprendi conversando sobre as coisas.


Tradução: Anny Caroline

Comentários

comentários